quarta-feira, 25 de março de 2009

Conselho de uma delegada

Conselhos dirigidos às mulheres, mas válidos aos homens também! Conselhos de uma DELEGADA PARA AS MULHERES. Atenção nunca é demais. As mulheres devem estar sempre atentas. A pessoa que elaborou o conteúdo deste e-mail é diretor de uma empresa de segurança no RJ.

1. Se um dia você for jogada dentro do porta-malas de um carro, chute os faróis traseiros até que eles saiam para fora, estique seu braço pelos buracos e comece a gesticular feito doida. O motorista não verá você, mas todo mundo verá.Isto já salvou muitas vidas.

2. Os três motivos pelos quais as mulheres são alvos fáceis para atos de violência são:
a) Falta de estar consciente. Você TEM que estar consciente de onde você está e do que está acontecendo em volta de você.
b) Linguagem do corpo.
-Mantenha sua cabeça erguida,
-Balance seus braços, e permaneça em posição ereta.
c) Lugar errado, hora errada.
- NÃO ande sozinha em ruas estreitas, nem dirija em bairros mal-afamados à noite. NÃO FAÇA ISSO! As mulheres têm a tendência de entrar em seus carros depois de fazerem compras, refeições, ou depois do trabalho, e sentarem-se no carro (fazendo anotações em seus talões de cheques, ou escrevendo alguma lista etc.). NÃO FAÇA ISSO! O bandido estará observando você, e essa é a oportunidade perfeita para ele entrar pelo lado do passageiro, colocar uma arma na sua cabeça, e dizer a você onde ir. No momento em que você entrar em seu carro, tranque as portas e vá embora.

3. Algumas dicas acerca de entrar em seu carro num estacionamento ou numa garagem de estacionamento:
a) Esteja consciente: olhe ao redor, olhe dentro de seu carro, olhe no chão dianteiro e traseiro de seu carro, olhe no chão do lado do passageiro, e no banco de trás.
b) Se ao lado da porta do motorista do seu carro, estiver estacionada uma Van Grande, entre em seu carro pela porta do passageiro. A maioria dos assassinos que matam em seqüência atacam suas vítimas empurrando-as/puxando-as para dentro das Vans deles na hora em que as mulheres estão tentando entrar em seus carros.
c) NUNCA deixe para procurar as chaves do seu carros, quando estiver parada em frente a porta dele. Diriga-se ao veículo com a chave em punho, pronta para abrir a porta e dar a partida. Observe os carros ao lado do seu. Se uma pessoa do sexo masculino estiver sentado sozinho no assento do carona do carro dele que FICA mais próximo do seu carro, você fará bem em voltar para o shopping, ou para o local de trabalho, e pedir a um guarda ou policial para acompanhar você até seu carro. É SEMPRE MELHOR ESTAR A SALVO DO QUE ESTAR ARREPENDIDO.

4. Use SEMPRE o elevador em vez das escadas. (Escadarias são lugares horríveis para se estar só, são o local perfeito para o crime).

5. Se o bandido estiver armado e você não estiver sob controle dele, SEMPRE CORRA! O bandido só acertará um alvo móvel 4 vezes em 100 tentativas. E, mesmo assim, muito provavelmente NÃO acertará um órgão vital. COOOOOOooooooooooRRRRRRRRRRRRA!

6. Como mulheres, estão sempre procurando ser condescendentes (prestativas): PARE COM ISSO! Essa característica poderá resultar em que você seja assassinada! Ted Bundy, o assassino seqüencial, era um homem de boa aparência, tinha boa formação acadêmica, e SEMPRE explorava a simpatia e o espírito conciliador e condescendente das mulheres. Ele andava com uma bengala ou mancava, e conseqüentemente pedia 'ajuda' dentro de seu carro ou para seu carro, e era então que ele raptava sua próxima vítima.

O mundo em que vivemos está cheio de gente louca, vamos nos ajudar.

quinta-feira, 19 de março de 2009

Paraiso


Eita vida simples do campo, assitindo alguns capítulos da nova novela da globo no horário das seis, fez-me sentir vontade de viajar, de curtir a natureza... Saudades de Uberlândia de meus amigos de lá... Saudades de Bonito, quando viajei com duas amigas aventureiras, passeios o dia todo e no fim lual com os novos amigos, eita vida boa sô.

O mais gostoso desta novela, é ouvir os "causos" que eles contam. O mais legal é a lição de vida que eles passam para nós que vivemos nessa cidade de pedra. Eles param pra prosear, curtem a natureza, vivem o presente lembrando do passado, respiram ar puro. Sem contar que a fotografia desta novela está de parabéns.

Eu adoro novelas com esse gostinho de terra, de vida simples, de povo simples. Faz a gente parar pra pensar na nossa vida, de que não precisamos de muito, apenas o suficiente para viver bem e numa boa. Lembrar que a simplicidade está em nossos atos e pensamentos e não em nossa palavras. Falar que é simples é uma coisa, ser simples é outra. Quantas pessoas vocês já devem ter conhecido que comem arroz e feijão e arrotam caviar. Simplicidade vem da alma, não importa sua condição social e cultural, porque já vi muita gente menos afortunada tão metida a besta, sô.

P.S. sou noveleira sim, mas dessas novelinhas de causos e prosas, adoro uma história de amor, tem coisa melhor pra adoçar a vida? Viu, como dá pra ser simples, vivendo simples e simplesmente vivendo ;)

Namastê

domingo, 15 de março de 2009

Você é inteligente ou esforçado(a)?

Muitas vezes o inteligente é aquele simbolizado por uma pessoa que não precisa estudar, pega rápido em sala de aula e nem precisa se esforçar tanto que tira notas boas.

O esforçado(a) é aquele que não se julga inteligente e que sempre precisa se "esforçar" para tirar notas boas.

Muitas vezes, aquele ser "inteligente" não sabe aproveitar esse dom que a vida lhe deu e vai levando, sem se esforçar tanto. Limitam-se pelas "boas notas", só isso. Hum... sinal de inteligência?

Isso vale não somente aos estudos, levamos para o esporte. Pratico arte marcial e nunca julgo saber mais ou menos, pois sei que sempre tenho algo a aprender, mesmo fazendo a primeira técnica que aprendemos no início do treino. O segredo é TREINAR, sempre!

Mesmo que as coisas possam parecer fáceis, nunca as julguem. Ser inteligente é saber que quanto mais se aprende mais não sabemos de coisa alguma. O saber do conhecimento é algo tão fantástico e fascinante que talvez em uma vida não consigamos saber tudo o que queremos.

Esforçar-se é somente tornar o prêmio algo mais gostoso e satisfatório, é CONQUISTAR! Desbravar um novo mundo, ter humildade.

Saibamos ser esforçados para que um dia consigamos chegar à MAESTRIA!

Namastê

Alzheimer - o mal dos super-homens?

A cada 1 minuto de tristeza perdemos a oportunidade de sermos felizes por 60 segundos.

Sobre o Alzheimer Roberto Goldkorn é psicólogo e escritor. Meu pai está com Alzheimer. Logo ele, que durante toda vida se dizia 'o Infalível'. Logo ele, que um dia, ao tentar me ensinar matemática, disse que as minhas orelhas eram tão grandes que batiam no teto. Logo ele que repetiu, ao longo desses 54 anos de convivência, o nome do músculo do pescoço que aprendeu quando tinha treze anos e que nunca mais esqueceu: esternocleidomastóideo. O diagnóstico médico ainda não é conclusivo, mas, para mim, basta saber que ele esquece o meu nome, mal anda, toma líquidos de canudinho, não consegue terminar uma frase, nem controla mais suas funções fisiológicas, e tem os famosos delírios paranóicos comuns nas demências tipo Alzheimer. Aliás, fico até mais tranqüilo diante do 'eu não sei ao certo' dos médicos; prefiro isso ao 'estou absolutamente certo de que....', frase que me dá arrepios.
E o que fazer... para evitarmos essas drogas? Como? Lendo muito, escrevendo, buscando a clareza das idéias, criando novos circuitos neurais que venham a substituir os afetados pela idade e pela vida 'bandida'.
Meu conselho: é para vocês não serem infalíveis como o meu pobre pai; não cheguem ao topo, nunca, pois dali só há um caminho: descer. Inventem novos desafios, façam palavras cruzadas, forcem a memória, não só com drogas (não nego a sua eficácia, principalmente as nootrópicas), mas correndo atrás dos vazios e lapsos.
Eu não sossego enquanto não lembro do nome de algum velho conhecido, ou de uma localidade onde estive há trinta anos. Leiam e se empenhem em entender o que está escrito, e aprendam outra língua, mesmo aos sessenta anos.
Coloquem a palavra FELICIDADE no topo da sua lista de prioridades: 7 de cada 10 doentes nunca ligaram para essas 'bobagens' e viveram vidas medíocres e infelizes - muitos nem mesmo tinham consciência disso.
Mantenha-se interessado no mundo, nas pessoas, no futuro. Invente novas receitas, experimente (não gosta de ir para a cozinha? Hum... Preocupante). Lute, lute sempre, por uma causa, por um ideal, pela felicidade. Parodiando Maiakovski, que disse 'melhor morrer de vodca do que de tédio', eu digo: melhor morrer lutando o bom combate do que ter a personalidade roubada pelo Alzheimer.
Dicas para escapar do Alzheimer: Uma descoberta dentro da Neurociência vem revelar que o cérebro mantém a capacidade extraordinária de crescer e mudar o padrão de suas conexões.Os autores desta descoberta, Lawrence Katz e Manning Rubin (2000), revelam que NEURÓBICA, a 'aeróbica dos neurônios', é uma nova forma de exercício cerebral projetada para manter o cérebro ágil e saudável, criando novos e diferentes padrões de atividades dos neurônios em seu cérebro. Cerca de 80% do nosso dia-a-dia é ocupado por rotinas que, apesar de terem a vantagem de reduzir o esforço intelectual, escondem um efeito perverso; limitam o cérebro.
Para contrariar essa tendência, é necessário praticar exercícios 'cerebrais' que fazem as pessoas pensarem somente no que estão fazendo, concentrando-se na tarefa. O desafio da NEURÓBICA é fazer tudo aquilo que contraria as rotinas, obrigando o cérebro a um trabalho adicional. Tente fazer um teste:
- use o relógio de pulso no braço direito;
- escove os dentes com a mão contrária da de costume;
- ande pela casa de trás para frente (vi na China o pessoal treinando isso num parque);
- vista-se de olhos fechados;
- estimule o paladar, coma coisas diferentes;
- veja fotos de cabeça para baixo;
- veja as horas num espelho;
- faça um novo caminho para ir ao trabalho.
A proposta é mudar o comportamento rotineiro!
Tente, faça alguma coisa diferente com seu outro lado e estimule o seu cérebro. Vale a pena tentar!
Que tal começar a praticar agora, trocando o mouse de lado?
Critique menos, trabalhe mais. E, não se esqueça nunca de agradecer!'Sucesso a Todos!!!
*eu já estou usando o relógio na mão esquerda ;)
Namastê

domingo, 8 de março de 2009

Admiração, sentimento e busca...

Vocês já se deparam em situações onde confundiram admiração, sentimento e busca?

Imagine estar apaixonado(a) por uma pessoa que representa aquilo que você gostaria de realizar, e que essa pessoa realiza. A primeira vista você apaixona-se perdidamente, e este relacionamento é correspondido. VIVA! Sou feliz! Minha vida é completa, trabalho em algo legal, mas que não me satisfaz por completo, mas meu companheiro(a) representa tudo aquilo que eu busco em uma pessoa, representa tudo aquilo que eu gostaria de ser. Eu me REALIZO nele(a).

Um dia esse romance, caso, relacionamento chega ao fim. - Minha vida acabou! É o fim.

Muitos de vocês pensariam dessa forma, viveriam o luto e aquilo que você tanto admirava... sumiu... um vazio lhe corrói, nada mais lhe satisfaz e o trabalho começa a pesar e sua vida vira um vazio enorme!

Às vezes rompimentos são necessários, nada é por acaso e quando um relacionamento chega ao fim, é porque deu tudo o que tinha que dar e que de agora em diante você seguirá um novo caminho. Esses rompimentos servem para nos mostrar que novos caminhos serão trilhados. Ou seja, porque não começar a se ADMIRAR? Fazer aquilo que você tanto admirava no outro. A pessoa amada era um símbolo daquilo que você também pode ser. Você não precisa mais dele(a), pois deve sair desta sombra e emergir para tornar-se aquilo que você deve trilhar.

Essa é uma das diferenças entre admiração, sentimento e busca. Você pode admirar o ser amado(a), mas se é algo que você almeja para você, faça ACONTECER, sentimentos são emoções que devem ser vividos e a busca é algo que você precisa trilhar sozinho(a).

É a diferença entre TER ou SER. TER uma pessoa ao seu lado que realiza sonhos que você gostaria de realizar ou SER essa pessoa que vivencia seus próprios sonhos?

Pensem a respeito.

Namastê