sexta-feira, 31 de julho de 2009

Fazer o certo, sempre!

Já parou para analisar como vai a sua vida?

Aliás, algum dia já fez isso?

Pergunto, pois a maioria das pessoas não sabem viver, passam pela vida simplesmente, mas não as culpo. Pois essa vida louca mexe com todo o nosso ser. Infelizmente se não abrirmos os olhos, ficará cada vez mais difícil ACORDAR e a vida passa, a vida anda, a vida acontece e você nem sabe o que está acontecendo.

Por que de todo esse sermão?

Simples, a maioria não vive no presente, são ansiosas com o futuro e ressentem o passado. Lamúrias, angústias, tristezas... todas essas emoções rondam a mente e não deixam a pessoa viver. Percebam, "rondam a mente", não o espírito, mas estamos tão perdidos em nossos pensamentos que esquecemos de "sentir" e assim esquecemos de "ser" a nossa essência.

Sua vida anda estressada? Parece que está tudo errado? Nada dá certo? Os caminhos não fluem?

Veja se é isso mesmo, ou se é você que não percebe as coisas acontecerem e está perdendo o seu tempo sofrendo.

Sei que é difícil se desligar, a mente perturba mesmo, então pelo menos faça o seguinte: FAÇA O CERTO, SEMPRE! Porque de uma forma ou de outra o Universo irá conspirar ao seu favor.

Um exemplo, atendo uma pessoa muito especial que abrigou uma amiga em um momento delicado de sua vida, ela vive uma vida estressada, trabalha muito e tem uma linda filha de quase três anos. Ela não vive mais com o pai de sua filha, mas encontrou o amor de sua vida, vive feliz, tem a sua casa, seu emprego e principalmente, uma filha que é uma coisa de gostosa e boazinha, sem contar que é super carinhosa. Tem presente maior que isso? Pode ser que muitas vezes de sua vida, ela simplesmente passe pela vida, devido a tantas obrigações que a vida lhe impõe, mas a vida lhe presenteia com AMOR. Ela faz o certo, age com o coração, ajuda os outros e a vida lhe retribui.

Por isso, digo-lhes, faça o certo, que a vida não será injusta com você. Faça de coração, que encontrará o seu caminho. E digo mais, quando vocês tiverem a certeza que encontrou o "caminho", as portas se abrem, mesmo que demore.

Permita que as energias fluem pelo seu ser!

Namastê

segunda-feira, 20 de julho de 2009

Limpar primeiro

Interessante este título não?

É muito simples e ao mesmo tempo muito complicado.

Quando estamos com algum problema ou situação, na maioria das vezes batemos de frente, damos socos em ponta de faca, damos voltas e mais voltas e o que poderia ser resolvido de forma mais simples acaba virando uma tempestade que não tem mais fim.

Já ouviram a expressão: "Zerar tudo?". Pois é, zerar tudo é começar de novo e como podemos fazer isso? Limpando primeiro, todas as mágoas, ressentimentos, pensamentos obsessivos, tristezas... enfim, tudo aquilo que lhe atrasa a vida e que não deixa a situação fluir.

Quando estamos no meio da tempestade, não conseguimos ver e com isso as soluções não aparecem. Às vezes é necessário ter paciência, esperar o momento certo, mas com a mente e o coração bem limpos.

Um exemplo bem simples: sua caixa de e-mail, já perceberam que quando está repleta dá um desespero? Você consegue se concentrar ou se preocupa mais? Não dá vontade de dar um select all e apertar o delete? Pois é, podemos fazer isso com a nossa mente e o nosso coração.

Limpe tudo, mas limpe mesmo e comece do ZERO, dê um delete all em tudo que não lhe serve mais e vá ser feliz.

Tem coisa melhor do que a casa limpa? A energia flui e circula muito melhor ;)

Boa faxina interna!

segunda-feira, 13 de julho de 2009

Nada foi como o planejado, será?

Ano novo vida nova... e uma listinha de metas e objetivos. Quem nunca fez uma listinha dessa?

Pois bem, lendo um post de um blog que eu adoro de minhas amigas, levantou-me uma questão bem interessante. Que tipo de lista eu devo fazer?

Eu também passei por isso, fiz uma... não, fiz várias listas de metas e planejamentos. Principalmente profissionais e sabem o que aconteceu? Alguma coisa com o planejado, mas a maioria só ficou no papel.

Uma coisa eu te garanto que você vai ter... FRUSTRAÇÃO, por não ter conseguido alcançar as tão sonhadas metas. Você irá se sentir como um lixo e as perguntas do tipo rondarão sua mente: - Por que não fui mais forte? - Por que não consegui cumprir essas metas? - Por que não guardei mais dinheiro? - Por que comprei aquele sapato que nem uso tanto e gastei horrores? Por que? Por que?

Você precisa disso?

Sinceramente não. Digo mais, planejar é bom, mas faça planejamentos a curto prazo. Do tipo: como será meu dia? O que preciso fazer hoje? O que farei durante a semana?

Não confunda sonhos com planejamentos, pois muitas vezes não está a nosso alcance. Na maioria das vezes essas metas são sonhos e os sonhos não tem prazo de validade. Eles podem acontecer como não, tudo vai depender do caminho que você vai escolher. Isso não está na listinha :)

Uma coisa eu faço no término do ano, eu escrevo uma carta agradecendo pelo ano que passou. Exemplo, estamos em 2009 certo? Em dezembro de 2008 eu escrevi uma carta agradecendo por 2009, por tudo o que eu gostaria que acontecesse, mas isso não é metas, é para você saber até onde está aguçado a sua perspectiva de vida. Te falo uma coisa, é muito bacana, pois quanto menos você desejar é mais fácil de acertar no fim do ano :) Menos é mais! Tudo bem, na primeira vez que eu fiz isso em 2006 para 2007 foi uma frustração total, mas a gente vai encontrando o jeito de fazer, sem gerar frustrações, ansiedade e tristeza. Essas metas é para te impulsionar e não te mostrar que você foi incompetente por não ter conseguido. Se você não fez tudo o que estava na lista, alguma outra coisa você fez, analise isso e veja o que conseguiu.

Tem um filme dos anos 90 chamado "Threesome" é um filme bacana, mas a última frase é matadadora, fala mais ou menos assim: "que o percurso é muito mais interessante que o objetivo final". Muitas vezes estamos tão focados no fim (ou seja no futuro) que esquecemos de ver o percurso (o presente) e é aí que está a arte de viver.

Se você tem a sua listinha, reveja e analise se você não está se cobrando demais. A vida não cobra, quem cobra é você mesmo.

Boas reflexões

Namastê