sexta-feira, 24 de abril de 2009

Susan, de novo

Pessoal, não dava pra ficar sem essa, pois ainda estou emocionada com essa mulher.

Perguntei-me... Por que ela gerou e gera tanta repercussão?

Cheguei na seguinte conclusão: ela emociona.

Ok, por que ela emociona?

Porque ela representa essa música!!!

Abaixo segue a tradução da letra e depois me digam se não pode ser isso?

Eu sonhei um sonho (eu tive um sonho)
Houve um tempo em que os homens eram amáveis
quando suas vozes eras suáveis e suas palavras convidativas
houve um tempo em que o amor era cego e o mundo era uma canção e a canção era excitante

Houve um tempo... então tudo deu errado
Eu sonhei um sonho num tempo que já se foi
Quando esperanças eram elevadas e valia a pena viver
Sonhei que o amor nunca morreria
Sonhei que Deus estaria perdoando
Então eu era jovem e destemido
E os sonhos eram feitos e usados e perdidos
Não havia nenhum resgate a ser pago
Nenhuma canção sem ser cantada, nenhum vinho a ser provado

Mas os tigres chegaram à noite
com suas vozes suaves como o trovão
e rasgam sua esperança em pedaços
e transforma seus sonhos em vergonha

Ele dormiu um verão ao meu lado
Ele encheu meus dias de maravilha infinita
Ele fez da minha infância seu êxito
Mas ele se foi quando o outono chegou
E ainda sonho com ele vindo até mim
E nós viveríamos anos juntos
Mas há sonhos que não podem acontecer
e há tempestades que não podemos desafiar

Eu tive um sonho que minha vida seria
tão diferente desse inferno que estou vivendo
tão diferente agora daquilo que parecia
Agora a vida matou o sonho que eu tive

O sonho, o sonho que eu sonhei

A Susan está no Wikipedia, merecido!

Susan, você sonhou e a vida não matou o sonho que um dia você teve. Desejo que a todos que sonham um dia possam estar na mesma situação deste ser.

Vamos sonhar e aproveitar que a Mega sena acumulou para R$ 30.000,00, que tal sonhar mais alto?

Namastê

A beleza está nos olhos de quem vê

Viver uma vida simples é também ver a beleza em tudo que vê.

O "ver" não é somente com os olhos, mas ver com a alma, com os outros sentidos e órgãos que a vida nos deu. É ver com o coração, é sentir com os olhos a beleza da vida e dos seres que neles habitam.

Querem um exemplo mais atual?

A própria e queridíssima Susan Boyle, que à primeira vista, não chamaria a atenção de ninguém, muito pelo contrário. Ao abrir a boca, emocionou o mundo todo, quem é que não viu beleza nisso? Tanto é que repercutiu e ainda repercute no mundo inteiro.

Quantos e quantas Susans não existem por ai? Não é necessário ter esse dom maravilhoso que a vida lhe deu, mas quantos não são assim, sem atrativos físicos mas que possuem tamanha beleza interior que emociona. Não concordo com aqueles que dizem que quem gosta de beleza interior é decorador. Tudo bem que a beleza estética e física abre muitas portas, mas se este ser não tiver conteúdo, a beleza em si não se sustenta. O tempo é o melhor termômetro para tudo isso.

Ter esse dom de ver a beleza em tudo e principalmente em sua vida é uma dádiva, para quem ainda não chegou a esse nível, não custa tentar, pratique. Tudo o que lhe vier de ruim, transforme em algo bom, troque esta energia que aparentemente veio de forma negativa e coloque para dentro de si uma energia positiva poderosa.

Lembrem-se, pessoas amargas só conseguem ver o que tem de errado e de ruim, pessoas doces conseguem ver a beleza na vida. Você pode escolher, o que você quer ser?

Boas reflexões ;)
Namastê

quinta-feira, 23 de abril de 2009

A matemática dos relacionamentos


Vocês já ouviram falar na matemática dos relacionamentos?

1+1 = 
1 = patológico
2 = patológico
3 = ideal

O "1" é patólogico, pois é quando um dos dois se anula completamente para que essa união continue;

O "2" é patológico, pois é quando o casal não faz nada longe um do outro, tipo, não se desgrudam, fazem tudo junto, a vida dos dois é uma só, e é só isso e ponto final.

O "3" é o ideal, calma não quer dizer que é o(a) amante. Quer dizer que é a vida de um + a vida do outro e juntos formam a outra vida, a vida do casal. O "3" é o canal, é a independência de cada um, mas que dividem uma vida em comum, sem abrir a mão de sua individualidade, gostos e valores.

É muito bom interagir, viver e ser feliz. Ter o seu livre arbítrio de ir e vir e simplesmente ser você. É não abrir a mão de sua identidade de seu ser, de sua vida. Pois, se um dia esse relacionamento acabar, cada um vai seguir o seu caminho, sem traumas, sem perdas desastrosas, sem ressentimentos.

Amor não é posse e posse não é amor. Essa história de "meu marido", "minha namorada" no sentido exagerado é perigoso e patológico. Que tal ser: o fulano, mas que fulano? Aquele que namora-me. ;)

Namastê

quarta-feira, 22 de abril de 2009

Susan Boyle - a missão XXX

A maioria de vocês devem ter ouvido falar desta senhora de 47 anos que simplesmente bombou a internet na semana passada.

Qual o segredo desse sucesso todo?

Aliás, nem a própria esperava tamanho sucesso, ela simplesmente pegou uma oportunidade e foi, atirou-se aos leões sem se importar de ser simplesmenta ela.

Muitos a julgaram pela aparência, pela simplicidade, pela humildade que passou por cima de qualquer cinismo ao abrir a boca e revelar tremenda voz. Confesso que chorei ao vê-la cantar, pois é de emocionar. Mas, o mais bonito é ver que as pessoas ainda acreditam em sonhos, e se podemos nos emocionar por ver seres que buscam esses sonhos e viram fenômenos, é sinal que a humanidade ainda tem esperança - ufa, ainda bem.

Não estamos falando em fazer sucesso, em virar fenômenos, mas sim em SONHAR. ACREDITAR que é possível e se você acredita, será capaz de realizar. É fácil ver assim pronto na TV, mas alguém sabe como foi a vida deste ser até então? Só ela sabe, e só a ela importa, pois ela está colhendo o que plantou.

Viver simples, é viver com amor, paz, boas energias, fazendo o bem. Você sempre colherá o que plantar, pode ter certeza disso. Nossas ações são frutos de nosso amanhã.

Nunca julguem um livro pela capa e não julguem um estabelecimento pela vitrine. Quantas lojas deixaram de entrar por julgar caras o suficiente para o seu bolso? Saiba que dentro deste estabelecimento pode ter uma parte outlet justamente com aquilo que você precisa por um preço ótimo. Aliás, porque tal estabelecimento seria demais para você? Esse show era demais para Susan?

Pensem a respeito ;)

Para quem ainda não teve a oportunidade de ouvir essa voz, bom divertimento! Susan Boyle

Namastê

P.S. Susan Boyle agora também no "Wikipedia", confira aqui.

quinta-feira, 16 de abril de 2009

Perspectivas fragmentadas

Vivemos em um mundo onde tudo o que vivemos e respiramos está fragmentado.
Por exemplo: se você não está na moda, se não participa de uma determinada tribo, se não faz marketing pessoal... definitivamente não faz parte deste mundo. Pois, a preocupação está no exterior, e o interior? Já reparou que está em partes?

F R A G M E N T A D O.

Nossas perspectivas perante o mundo está fragmentado. Quer um exemplo melhor? Fique doente, cada médico especialista irá jogá-lo para um outro especialista e por aí vai... Não seria mais fácil se eles simplesmente olhassem para você? Mas o olhassem como um ser humano como um todo e não apenas o seu coração, ou o seu rim, ou o seu fígado... Pois você É UM TODO!

Desse todo, surgirão outros inteiros que se juntarão a outros inteiros e com isso formarão a humanidade! Não somos fragmentados, somos um todo, com sonhos e perspectivas. Perspectivas inteiras, sonhos inteiros, desejos inteiros que querem encontrar seres inteiros.

A fragmentação gera tudo pela metade, gera o não foco, gera dispersão, ansiedade (pois nada se termina o que começa), angústia e MEDO. A fragmentação impede a fluidez, não permite circular a energia e com isso gera a estagnação.

Vamos ser como o rio, que flui, que é um todo, que nasce pequeno, ganha força e volume e depois deságua no mar para ser um todo oceano rico e soberano.

Namastê

domingo, 12 de abril de 2009

O último capítulo da novela

Vocês já repararam como é o último capítulo de qualquer novela?

Mulheres grávidas, pessoas felizes, tudo dá certo, todo mundo se arranja, até aquele que ficou sozinho a novela toda, no final encontra a sua metade da laranja, vilões são presos ou morrem (com exceção da novela Vale Tudo, onde o vilão se dá bem)... é como se um mundo a parte se abrisse e tudo tem conserto. Chega a ser irritante, de tanta felicidade.

Enfim, por incrível que pareça, tem pessoas que vivem neste mundo real com a mente nas histórias de conto de fadas. Sonhar é bom e maravilhoso, alimenta o ser humano, mas é preciso sonhar com os pés no chão, para não tropeçar na realidade.

Fim de novela é bom, é para fechar uma história de mentira que começou, teve um meio e chegou ao fim, mas semana que vem começa outra história e outro fim chegará, com o seu desfecho surpreendente de sempre. A vida real tem suas histórias, tem seus meios e só chega ao fim quando tem que chegar, até lá, queridos, vamos arregaçar as mangas, pois ainda tem muita poeira para camelar!

Namastê