terça-feira, 14 de agosto de 2012

Quem é mais louco?

Outro dia estava na rua e deparei-me com um morador de rua, era um rapaz perambulando e falando sozinho.
A primeira coisa que passou pela minha cabeça: Coitado, parece louco.
No mesmo instante algo passou pela minha mente: Mas quem é mais louco? O morador de rua que fala sozinho ou aquela pessoa que trabalha mais de 12 horas diárias, não convive com as pessoas e depois gasta todo o seu dinheiro com médicos e remédios?
Quem é mais insano?
Quem é mais cego?
Quem está mais anestesiado?
O trabalho anestesia tanto quanto os entorpecentes, tudo isso é uma DROGA. Já falei sobre as drogas em um post anterior "O que lhe alimenta?".
A grande maioria leva a vida como uma luta e não precisa ser assim, ou desta forma. Tudo pode mudar se você mudar a sua visão de ver e fazer.
Cada um escolhe o caminho a ser percorrido, às vezes podemos achar que um morador de rua seja louco, ninguém sabe os motivos que o levou a isso. Buda em sua busca largou toda a riqueza material e foi perambular. Não digo isso querendo justificar ou até incentivar, apenas para dizer que é fácil julgar pela aparência das pessoas ou situações.
Vivemos em um mundo de "maya" (ilusão) e todos nós, sem exceção, queremos acreditar nesta ilusão. Por isso julgar não é necessário e sim questionar sobre o que estamos fazendo, quem somos nós e para que viemos?
Quem é mais louco?

Boas reflexões...
Namastê