quinta-feira, 19 de março de 2009

Paraiso


Eita vida simples do campo, assitindo alguns capítulos da nova novela da globo no horário das seis, fez-me sentir vontade de viajar, de curtir a natureza... Saudades de Uberlândia de meus amigos de lá... Saudades de Bonito, quando viajei com duas amigas aventureiras, passeios o dia todo e no fim lual com os novos amigos, eita vida boa sô.

O mais gostoso desta novela, é ouvir os "causos" que eles contam. O mais legal é a lição de vida que eles passam para nós que vivemos nessa cidade de pedra. Eles param pra prosear, curtem a natureza, vivem o presente lembrando do passado, respiram ar puro. Sem contar que a fotografia desta novela está de parabéns.

Eu adoro novelas com esse gostinho de terra, de vida simples, de povo simples. Faz a gente parar pra pensar na nossa vida, de que não precisamos de muito, apenas o suficiente para viver bem e numa boa. Lembrar que a simplicidade está em nossos atos e pensamentos e não em nossa palavras. Falar que é simples é uma coisa, ser simples é outra. Quantas pessoas vocês já devem ter conhecido que comem arroz e feijão e arrotam caviar. Simplicidade vem da alma, não importa sua condição social e cultural, porque já vi muita gente menos afortunada tão metida a besta, sô.

P.S. sou noveleira sim, mas dessas novelinhas de causos e prosas, adoro uma história de amor, tem coisa melhor pra adoçar a vida? Viu, como dá pra ser simples, vivendo simples e simplesmente vivendo ;)

Namastê

Nenhum comentário: