sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

Paciência, tudo no seu tempo...

A maioria de vocês já devem ter ouvido que o tempo é um grande remédio para consertar certas coisas. Digo-lhes que isso é muito certo e verdadeiro, entretanto, acrescento dizendo que o tempo aliado à paciência podem consertar e arrumar muitas coisas.

Um tempo atrás eu escrevi sobre o último sistema operacional da Microsoft, o famoso Windows Vista. Bom queridos leitores, eu até estava mais conformada com ele, mas há menos de um mês ele resolveu me tirar do sério. Não abria mais, levava horas e até dias para ligar e quando ele finalmente ligava aparecia no modo de segurança. Enfim, liguei para amigos, desabafei e quase liguei para o lugar de onde eu comprei para formatar o bendito, mas como a grana estava curta (IPVA, pagando o que gastou ano passado no fim do ano...), não sei chegar no lugar direito e uma preguiça enorme, protelei um pouco. Deixei fluir.

Como um passe de mágica, não é que ele ligou rápido e voltou a ser o que era antes? É claro que da outra vez que eu o liguei veio as palhaçadas, mas depois foi voltando. Então na verdade eu não sei qual será a cara dele quando eu o ligar. Mas tá funcionando!

O Vista por incrível que pareça ensinou-me uma lição importante: ter paciência. Vivemos em um mundo imediatista, onde tudo é para ontem e a sede de ter as informações é algo que chega a um nível absurdo. Quando o assunto é tecnologia, parece que é uma obrigação ser ágil e rápido, onde não existem margem para erros. Pois é, o Vista está aí para provar o contrário. Lembro-me quando eu era "vendor" na Microsoft ("vendor" é um apelido que a Microsoft usa para os terceiros que lá trabalham), tive a oportunidade de estar lá na época em que criaram esse sistema maravilhoso, e o principal motivo da criação do mesmo era: agilidade. Irônico não?

Precisamos sim ser ágeis, assim como existe a chuva e o sol, mas precisamos saber digerir os acontecimentos. Ter paciência para esperar que as coisas entrem no seu eixo.

Falando em digerir, falemos da digestão: alguém por acaso faz a digestão rápida? No mínimo o que vai conseguir é uma bela diarréia ou vômito. É preciso tempo para que o "processo" ocorra e tudo tem o seu tempo.

Vamos respeitar o "tempo" de cada um, ok? ;)

Namastê

Nenhum comentário: