segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

Tempestade em um copo de pinga

Olá caros leitores, sim, é isso mesmo. A sua amiga quem vos fala também faz tempestades e dessa vez foi em um copo de pinga! Para a maioria que não me conhece, imaginam uma pessoa super ZEN, que não tem problemas... mas quem é que não tem problemas nessa vida?

Essa tempestade surgiu devido a muitos treinos (fiz o exame para a faixa verde e PASSEI!), muitas noites de sono mal dormidas, manter a energia para poder atender bem (graças a Deus quando eu atendo meu foco muda e sou outra pessoa), monografia para fazer, jobs de cartão de natal (sim, ainda sou designer gráfico - nas horas vagas), tudo junto, nem precisa dizer que gerou stress. Enfim, o momento crítico chegou, a gota d´agua pingou no pequeno copo de pinga e EXPLODI. Em meio a um treino - o último para depois fazer o exame e cair na folia - foi me pedido uma técnica que não fazia parte de meu exame, SURTEI, na hora me deu vontade de sair, de não treinar mais, mas segurei a onda e fui até o fim. Descontei na pessoa mais próxima a mim, o meu companheiro, que não merecia. Mas sempre é assim, descontamos naqueles que estão mais próximos a nós, aqueles que amamos, pois sabemos que por amor eles também irão nos perdoar. Mas não está certo, uma hora o copinho deles também pode encher, daí guenta. No dia seguinte eu ri de mim mesma e me veio a expressão: Fiz uma tempestade em um copo de PINGA! Porque foi tão ridículo e desnecessário ter feito toda aquela cena, mas é o lance do stress... Cuidado...

Isso para alertar a todos que a mente humana é algo extraordinário, uma hora ela pode te colocar lá no topo, mas em poucos segundos te destruir e com isso deixar seu rastro de destruição nos seres que cruzarem o seu caminho. Sei que é impossível ser ZEN a todo momento, é só pegar a 23 de maio no horário de pico, aliás, saia de carro na sexta-feira em qualquer horário para qualquer lugar de São Paulo, pronto, tá resolvido, stress, principalmente se você perdeu seu tempo esperando seu micro ligar porque o Windows Vista resolveu atualizar e não quis saber de seus problemas. É preciso limpar a mente, pois a mesma também produz "porcaria", é preciso liberar espaço para os bons pensamentos e para as ótimas soluções. Já reparou como a gente fica na "masturbação mental" e não sai do lugar? Ás vezes é bom ter seu momento de fúria e de suas tempestades para depois cair na real e prosseguir.

Não digo que sou a favor das tempestades, mas que elas podem sim ser um sinalizador de que algo não está bom. O mais importante é reconhecermos quando elas aparecem, consertar o que foi quebrado e seguir em frente. O que foi feito, não terá mais volta, mas todos nós podemos mudar o percurso a qualquer momento.

Depois de uma boa tempestade sempre terá um ótimo e lindo dia de sol! Iluminem-se!

Um comentário:

Débora Rubin disse...

Querida faixa verde,

Eu sou completamente zen. Zen paciência!!

sou PhD em fazer tempestade em copo de pinga. Sou birrenta. hehehe

Explodir por causa de exame não é fazer tempestade em copo de pinga. Isso é tempestade em caneco de cerveja - é justo!!

Tempestade em copo de pinga é terminar o exame, ir bem, fazer tudo com tesão e ficar brava com os comentários alheios no final, HEHEHEHEHE.

beijosssss parceirona!