segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

2014 para ser FELIZ

2013 foi um ano de muitas realizações profissionais e pessoais para muitas pessoas, inclusive para mim. Tanto é que nem escrevi ano passado, sim... falta de disciplina e tempo...

Entretanto, algo de interessante aconteceu, resolvi desacelerar... pois em outubro de 2013 fiz uma pequena viagem a Foz do Iguaçu para ver as cataratas e imergir na natureza, foi aí que percebi o quanto estava cansada fisicamente e energeticamente e pude verificar o quanto havia me abandonado.

Resolvi desacelerar diminuindo o número de atendimentos e saindo de um lugar que estava há 3 anos. Foi doloroso? Claro que foi, mas escolhas são escolhas e com elas vem um turbilhão de pensamentos principalmente na área financeira. Entretanto se você fizer as contas e gastar menos, verás que muita coisa pode ser cortada e não há preço que pague um sossego e sua saúde revigorada.

Vivemos em uma sociedade que cultua o valor através do sofrimento e culpa. Tempos atrás para mim era inconcebível curtir uma segunda-feira para tirar o dia livre. É uma mudança lenta, mas necessária, pois a vida não é para ser sofrida ou simplesmente passar por ela, mas sim viver! Da melhor forma que desejar.

Tenho o meu trabalho que amo, que paga as minhas contas, mas não preciso me sacrificar por isso. Isso vale para os relacionamentos, não é porque você ama a sua família, seus companheiros (caso os tenha) que é preciso se sacrificar por eles ou pelas vontades de cada um, veja a sua vontade primeiro, ceder é importante mas ceder a si também o é. Esse é o equilíbrio que todos nós buscamos mas não vivenciamos.

Desejo que em 2014 cada  um receba o que for de melhor de si e que tenha menos culpa de ser FELIZ!

Namastê

Nenhum comentário: