segunda-feira, 14 de setembro de 2009

Sustentabilidade emocional

Hoje todos falam em sustentabilidade, que devemos reciclar para não faltar amanhã, que em vez de usarmos as sacolinhas de plástico usarmos as sacolas de pano... Enfim, tudo válido e assino embaixo.

Pergunto: reciclar o que usamos e não vamos usar mais, deveria ser válido não somente para os produtos de consumo rápido, principalmente alimentação, mas sim para todos os tipos de produtos, inclusive os sentimentais.

Ao comprar uma nova bolsa, sapato ou roupa, já olhou para o seu armário? É preciso comprar mais? É realmente necessário? Se quiser comprar para sua contemplação, que tal separar algo de dentro que não está em uso e passar para a frente?

O mesmo vale para as emoções, principalmente para aquele ser que vive uma relação falida, que sabe que não vai mais pra frente (pois já se tentou de tudo!). Passa pra frente! Pode ter certeza que outra pessoa fará um ótimo uso e deixe seu caminho livre para amar outra pessoa e viver a sua sustentabilidade.

É preciso nos sustentar de todas as formas e reciclar o amor às vezes é necessário, pode ser com a mesma pessoa, mas mudar aquilo que não está mais funcionando.

É preciso gerar essa energia parada, e como diz o REI, "é preciso saber viver!"

Viva a sustentabilidade de todos os sentidos!

Namastê

2 comentários:

3 x Trinta - Solteira, Casada, Divorciada disse...

Adorei esse texto!
Mucho bão =)

bitoca!!

Sissi disse...

Adorei o texto pois expressa exatamente o meu momento, o difícil é dar o primeiro passo, renovar as emoções e virar a página.
Bjos